Última hora
This content is not available in your region

Haftar de surpresa na Grécia antes de acordo para cessar-fogo na Líbia

euronews_icons_loading
Haftar de surpresa na Grécia antes de acordo para cessar-fogo na Líbia
Direitos de autor  x
Tamanho do texto Aa Aa

A dois dias da conferência de Berlim para uma última tentativa de se chegar a um cessar-fogo na Líbia, Khalifa Haftar aterrou em Atenas, durante a noite de quinta-feira. A viagem não estava planeada e apanhou a comunidade internacional de surpresa.

A Grécia já ameaçou bloquear o acordo de paz, depois de ter ficado de fora das negociações e sobretudo após o governo de Tripoli e a Turquia, terem assinado um acordo sobre fronteiras marítimas ignorando os direitos helénicos sobre uma área potencialmente rica em depósitos de gás natural.

No entanto, após um encontro com o marechal, em Bengasi, no leste do país, o chefe da diplomacia alemã garantiu, esta quinta-feira, que Haftar está "pronto a participar" na conferência internacional sobre a Líbia, este domingo, em Berlim.

Angela Merkel saudou a mudança de atitude do marechal líbio, que, ainda esta segunda-feira, deixou intempestivamente Moscovo sem assinar um acordo de cessar-fogo.

"É uma boa notícia o marechal Haftar estar preparado para cumprir o cessar-fogo. Essa é uma condição prévia. E temos de garantir na conferência da Líbia que o embargo às armas volta a ser respeitado. Foi um acordo estabelecido ao nível da ONU, mas que infelizmente não está a ser respeitado", afirmou a chanceler alemã.

Khalifa Haftar controla atualmente a maior parte do território da Líbia. O país mergulhou no caos com a queda do regime de Muammar Kadhafi, em 2011 e vive em guerra civil entre o Exército Nacional Líbio, comandado pelo marechal e as forças militares do Governo de Acordo Nacional (GNA), reconhecido pela Organização das Nações Unidas.