Última hora
This content is not available in your region

Marega faz história no futebol português

euronews_icons_loading
Marega faz história no futebol português
Direitos de autor  MIGUEL RIOPA / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Moussa Marega abandonou o campo durante o jogo do Porto com o Vitória de Guimarães deste domingo. A decisão do jogador é vista como um momento que vai ficar na história do futebol português como o caso mais flagrante de racismo.

Marega fez o 2-1 para os azuis e brancos aos 60 minutos . Exagerou nos festejos, viu um cartão amarelo e, partir daí, passou a ser assobiado sempre que tocou na bola. Aos 70 minutos o jogador pediu para ser substituído.

O caso saiu das quatro linhas e de Portugal e criou uma onda de apoio ao avançado do Porto e contra o racismo.

O secretário de Estado da Juventude e Desporto português diz que o que aconteceu é “inaceitável e envergonha uma sociedade tolerante”. João Paulo Rebelo garantiu que o governo vai identificar e “punir de forma exemplar” os responsáveis.

Do mundo do futebol, Sérgio Conceição, Fernando Gomes, a Liga de Clubes e vários equipas como Benfica e Sporting defenderam os valores do desporto e criticaram todas as formas de discriminação.

O caso Marega não passou despercebido para a imprensa estrangeira, para jogadores como Anthony Martial, do Manchester United e para clubes como o Vasco da Gama e o Borrusia Dortmund.