Última hora
This content is not available in your region

Extrema-direita consegue manter-se no parlamento de Hamburgo

Extrema-direita consegue manter-se no parlamento de Hamburgo
Direitos de autor  Frank Molter/dpa via AP
Tamanho do texto Aa Aa

A formação da extrema-direita Alternativa para Alemanha (AfD) acabou por conseguir lugar no Parlamento da cidade-Estado de Hamburgo.

Segundo os resultados finais comunicados esta segunda-feira, o partido obteve 5,3 por cento dos votos. As primeiras projeções apontam para um resultado inferior aos 5 por cento necessário para manter a posição na assembleia.

Em 2015 o AfD tinha conquistado 6,1 por cento dos votos. Um aumento da participação terá favorecido outras formações, em particular Os Verdes, que conquistaram 24,2 por cento dos votos.

Os grandes vencedores das eleições de domindo foram os social-democratas (SPD), com 39,2 por cento dos votos, apesar de terem perdido sete pontos em relação a 2015.

A CDU da chanceler Angela Merkel registou o pior resultado das últimas sete décadas em Hamburgo, ficando-se na terceira posição, atrás dos ecologistas, com apenas 11,2 por cento dos votos.