Última hora
This content is not available in your region

Mercados contagiados pelo coronavírus

euronews_icons_loading
Mercados contagiados pelo coronavírus
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

O surto de coronavírus tem sido uma verdadeira dor de cabeça para as autoridades sanitárias por esse mundo fora mas as ondas de choque não se fazem sentir apenas na saúde pública. Também os mercados se deixaram contagiar e os primeiros sintomas já se notam na economia mundial.

Peter Cardillo, economista-chefe da Spartan Capital Securities, sublinha que "cada vez mais empresas estão a começar a avisar que os rendimentos vão ser afetados, por isso podemos estar perante um trimestre muito complicado em termos financeiros."

A gigante das bebidas, Diageo, já admitiu que os lucros vão cair este ano devido ao encerramento de bares e restaurantes na China. No entanto há quem esteja pior e sem conseguir ver uma luz ao fundo do túnel. É o caso do setor das viagens.

De acordo com Seth Sutel, da Associated Press "o sector das viagens tem sido arrasado devido aos receios de propagação do vírus e as restrições às viagens ainda vão aumentar. Muitas companhias aéreas já acabaram com os voos para a China, mas agora também temos focos de infeção na Europa e no Médio Oriente."

De acordo com a Comunicação Social alemã, a Lufthansa está já a considerar algumas medidas de poupança, como a suspensão de novas contratações, para combater as perdas provocadas pela epidemia.