Última hora
This content is not available in your region

Benjamin Netanyahu vence sem maioria

euronews_icons_loading
Benjamin Netanyahu vence sem maioria
Direitos de autor  EPA   -   ATEF SAFADI
Tamanho do texto Aa Aa

As sondagens à boca das urnas dão vitória a Benjamin Netanyahu nas terceiras legislativas realizadas em menos de um ano em Israel. Ainda assim, paira a incerteza no ar. As várias projeções indica que o primeiro-ministro, em conjunto com os seus aliados, deverá conseguir um total de sessenta lugares no parlamento, faltando um para a desejada maioria.

Já o bloco de centro-esquerda, liderado por Benny Gantz, deverá eleger entre 52 e 54 deputados.

Apesar de ainda não ter apoio garantido para formar governo, que seria o quuinto para Netanyahu, quarto consecutivo, não deixa de ser um grande resultado para o homem que no dia 17 de março se tornará no primeiro chefe de governo em funções a ser julgado por corrupção no país.

Apesar dos receios do coronavírus, o escrutínio teve uma taxa de participação superior a 65%. O executivo israelita tomou várias precauções para evitar o contágio e criou mesmo 15 mesas de voto especiais para os eleitores que se encontram em quarentena poderem votar.