Estado de quarentena é a nova realidade em Itália

Estado de quarentena é a nova realidade em Itália
Direitos de autor AP
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O país depara-se com uma nova realidade, com restrições em vigor em todo o país.

PUBLICIDADE

Itália depara-se com uma nova realidade. As ruas estão praticamente vazias enquanto toda uma nação se tenta habituar a um dia a dia em quarentena. As restrições impostas no norte estão agora em vigor em todo o país. Restrições no que toca às viagens, com escolas e universidades encerradas e proibição de reuniões públicas.

Os jornais fizeram manchetes das notícias dadas pelo primeiro-ministro, na noite anterior. Toda a gente deve tentar ficar em casa o máximo possível.

Será necessário evitar movimentações em todo o território italiano, salvo três circunstâncias específicas. Por razões comprovadas de trabalho, em casos de força maior ou por motivos de saúde... Acrescentaremos a este decreto a proibição de reuniões em locais abertos ao público.
Giuseppe Conte
Primeiro-ministro de itália

Mesmo antes da declaração de Compte as pessoas já tinham começado a armazenar alimentos e bens essenciais. O governo também aconselhou a população a não entrar em pânico, mas a mensagem não chegou a todos. Assim como a indicação oficial que só as pessoas infetadas com o vírus é que precisariam de usar máscaras. Em Milão, onde a população está em quarentena há vários dias, é difícil encontrar máscaras de proteção.

Enquanto reina a confusão e a incerteza: um gesto de orientação espiritual por parte do Papa. A missa diária é agora transmitida em direto, para evitar multidões no Vaticano. É esta a nova normalidade em Itália, pelo menos nas próximas semanas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coronavírus na economia italiana

Croata bate recorde mundial de mergulho em apneia no gelo

O país mais velho da Europa: o que está por detrás do problema do envelhecimento em Itália?