Última hora
This content is not available in your region

Putin disposto a continuar no poder em 2024

euronews_icons_loading
Russia Putin
Russia Putin   -   Direitos de autor  AP Photo/Pavel Golovkin
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin está disposto a continuar a dirigir os destinos da Rússia para além do fim do atual mandato. O presidente russo apoiou a proposta feita na câmara baixa do Parlamento, em Moscovo, para uma emenda constitucional que permitiria uma reeleição em 2024.

Em princípio, esta opção será possível, com uma condição: que o Tribunal Constitucional da Federação Russa conclua que esta emenda não vai contrariar os princípios básicos da Constituição.
Vladimir Putin
presidente da Rússia

A emenda constitucional em questão foi proposta por Valentina Tereshkova, deputada do partido "Rússia Unida" de Putin e primeira mulher a realizar, em junho de 1963, um voo no Espaço.

Tereshkova defendeu que a medida é necessária para manter a estabilidade do país.

O chefe de Estado russo rejeitou a proposta de eliminar completamente as limitações aos mandatos presidenciais, mas apoiou a ideia de que o limite de dois mandatos consecutivos só seja aplicado a partir de 2024, no quadro de uma revisão constitucional.

Putin está no poder há mais de duas décadas, sendo o líder russo com maior longevidade desde o ditador Josef Estaline.