EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Pânico nos mercados por causa do coronavírus.

APTOPIX Financial Markets Wall Street
APTOPIX Financial Markets Wall Street Direitos de autor Richard Drew/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Richard Drew/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dia negro nas bolsas mundiais. Paris e Milão batem recorde de desvalorização.

PUBLICIDADE

As principais bolsas europeias sofreram, esta quinta-feira, perdas históricas por causa do pânico provocado pela pandemia do coronavírus, a proibição das viagens entre os Estados Unidos e a Europa e a deceção em relação ao pacote de estímulos apresentado por Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu.

O Stoxx 600, o índice que segue as 600 maiores empresas europeias, fechou a cair 11,3%. É a maior queda desde que há registo.

A Bolsa de Paris encerrou com um recorde: uma queda de 12%. Milão fechou em queda de 17% e Madrid de 14%.

A Bolsa de Londres também encerrou no vermelho, a perder 9,81%. Em Frankfurt, a queda de 12% foi a mais acentuada desde 1989.

Em Lisboa, o PSI-20 caiu 9,7% para mínimos de 24 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mercados em derrocada

Gelado belga destrona os italianos no Dia Europeu do Gelado Artesanal

Preço do ouro bate recorde: 2111 dólares a onça