Última hora
This content is not available in your region

O Mundo face ao COVID-19

euronews_icons_loading
O Mundo face ao COVID-19
Direitos de autor  AP Photo/Thanassis Stavrakis
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 210 mil pessoas, em todo o mundo, foram contaminadas com o COVID-19, desde o início da propagação.

Enquanto o vírus continua a romper barreiras, e depois da União Europeia ter proibido as viagens não essenciais fora das fronteiras do bloco forte europeu, os EUA adotam novas restrições e fecham, temporariamente e por consentimento mútuo, as fronteiras com o Canadá, com algumas salvaguardas.

Os países continuam a temer os efeitos desta pandemia até porque alguns deles, como Cuba, acabam de anunciar a primeira morte, a de um turista italiano que estava nos cuidados intensivos.

Mas a verdade é que se o número de mortes, vítimas deste novo vírus ascende às mais de 8000 mil, e apesar dos números catastróficos anunciados por Itália, quase 500 mortos nas últimas 24 horas, a verdade é que sobressai o número de pessoas que recuperaram, mais de 83 mil.

Alheios a isso, até porque a maioria dos países ainda não atingiu o pico desta doença, os mercados bolsistas continuam a mostrar-se inquietos e com perdas acentuadas. Os preços do petróleo, também em queda, refletem o momento que se vive.