Última hora
This content is not available in your region

Portugal dentro de portas

euronews_icons_loading
Portugal dentro de portas
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

É, em circunstâncias normais, uma das zonas mais movimentadas de Lisboa. Mas não quando acabou de ser declarado o estado de emergência. Um Cais do Sodré irreconhecível tem por detrás um agravamento do contexto em Portugal.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) dava conta, esta quinta-feira, de 785 casos confirmados, quase 4800 suspeitos e três vítimas mortais . Os balanços sucedem-se, mas para muitos o confinamento não é uma opção.

"Trabalho nos Correios, não fecham. Sou empregada de limpeza, tenho de vir todos os dias. O carteiro já lá está. A vida é assim", contava-nos uma transeunte.

"Viemos à procura daquilo ritmo de vida português e espanhol: bares e restaurantes, tudo cheio. Mas, neste momento, não há nada. Fomos à Praça do Comércio: está vazia", dizia-nos um turista alemão.

Até agora apenas 3 pessoas em Portugal recuperaram totalmente da Covid-19, segundo os dados oficiais. A DGS sublinha a evolução lenta da doença, sendo que a alta é dada após dois testes negativos em 15 dias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.