Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Os números e as notícias de sábado, 21 de março

Coronavirus in Italy
Coronavirus in Italy   -   Direitos de autor  Filippo Venezia/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

Portugal duplicou, em 24 horas, o número de morte associadas à pandemia de Covid-19. Até este sábado, morreram 12 pessoas infetadas com o novo coronavírus.

O balanço é ainda muito distante do registado em Itália, onde há quase cinco mil vitimas mortais.

Estas foram as principais notícias do dia sobre a pandemia:

  • De acordo com a Direcção-Geral da Saúde (DGS) de Portugal, o número de mortes é, atualmente, de 12
  • Ministra da Saúde de Portugal, Marta Temido, afirma que o "pico da curva epidémica deve acontecer por volta de 14 de Abril"
  • Coronavírus continua a devastar Itália: quase 800 mortos em 24 horas
  • Espanha registou, nas últimas 24 horas, 324 vítimas mortais associadas ao novo coronavírus e um aumento de 4.946 no número de infetados
  • França com 562 mortos e quase 15.500 casos confirmados
  • Governo alemão avança com pacote de estímulos de 350 mil milhões de euros para ajudar a reduzir o impacto da pandemia na maior economia europeia
  • Primeiros casos em Angola: dois homens que viajaram de Portugal
  • Número de pessoas infetadas com covid-19 em Nova Iorque (EUA) aumentou para 10.356
  • Novo coronavírus já provocou pelo menos cerca de 13.000 mortos em todo o mundo, depois de ter sido identificado pela primeira vez em dezembro

OMS lança serviço no WhatsApp para partilhar conselhos, notícias e dados

A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou um serviço de mensagens no WhatsApp para manter as pessoas protegidas contra o novo coronavírus. No serviço são partilhas informações, em inglês, sobre prevenção, notícias e últimos dados sobre a pandemia.

Serviço pode ser ativado através de um link que abre uma conversa no WhatsApp.

562 mortos e quase 15.500 casos de coronavírus confirmados em França

França registou até este sábado 14.459 infeções com o vírus da covid-19 e 562 mortos, anunciaram as autoridades francesas indicando que a estimativa de casos no país é de entre 30 a 90 mil pessoas infetadas.

Este foi o maior aumento de mortos associados à pandemia da covid-19 em 24 horas em França, com 112 mortos mais desde os números revelados na sexta-feira. Há ainda 1.525 pessoas nos cuidados intensivos.

Itália regista 793 mortos nas últimas 24 horas

A Proteção Civil italiana revelou mais um número negro. Nas últimas 24 horas morreram mais 793 pessoas contagiadas com o novo coronavírus. O número total de vítimas desta pandemia ascende agora a 4825 em todo o território italiano.

As autoridades italianas anunciaram mais 6.557 casos positivos pelo novo coronavírus, o que representa mais um número recorde de infetados.

A região de Milão, na Lombardia, situada no norte do país, onde os serviços de saúde já estão sobrecarregados, registou a maioria das mortes, 546 das 793 contabilizados e a maioria dos novos casos de contágio.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 271 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 11.500.

Primeiros casos de Covid-19 detetados em Angola

Angola registou este sábado os dois primeiros casos confirmados de pacientes infetados por Covid-19. O anúncio foi feito este sábado pela ministra da Saúde Sílvia Lutucuta que informou tratarem-se de dois cidadãos residentes em Angola, recém-chegados de Portugal com obrigatoriedade de cumprimento de quarentena domiciliar.

Alemanha é o quarto país do mundo com mais infetados

De acordo com a Instituto Robert Koch, entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças, há 16.662 casos no país, o que corresponde a um aumento de 2705 pessoas infetadas, em relação ao dia anterior. No total, a Alemanha resgista 47 vítimas mortais de Covid-19.

Depois da Baviera, com 2960 casos, ter declarado o estado de emergência e imposto o confinamento da população, o estado do Sarre segui-lhe o exemplo.

Atualmente, o governo alemão pondera estender a restrição a todo o país.

COVID-19 já fez mais de 11.400 mortos em todo o mundo

Novo coronavírus já causou pelo menos 11.401 mortos em todo o mundo, depois de ter sido identificado pela primeira vez em dezembro, de acordo com um balanço da agência noticiosa France-Presse.

Segundo o balanço da AFP, feito às 11:00 TMG (10:00 em Lisboa), desde o início da pandemia da covid-19, foram detetados mais de 271.660 casos de infeção em 164 países e territórios, número que apenas reflete uma fração do número real de contaminações, já que um grande número de países só está a testar os casos que necessitam de internamento hospitalar.

Bruxelas acompanha “de perto” casos de europeus ‘barrados’ nas fronteiras

A Comissão Europeia assegurou hoje acompanhar “de perto”, nomeadamente através de imagens satélite, casos de cidadãos da União Europeia (UE) ‘barrados’ em fronteiras terrestres e impossibilitados de regressar a casa, bem como os problemas no transporte de mercadorias.

“Os governos nacionais adotaram medidas fortes para conter a propagação do novo coronavírus na UE – que são necessárias –, mas algumas destas medidas retiveram os cidadãos nas fronteiras e, em algumas, existem inclusive dezenas de quilómetros de engarrafamentos de trânsito com mais de 24 horas de espera”, alerta a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, num vídeo publicado na rede social Twitter.

SNS de Portugal tem 9 mil testes e privados 17 mil

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem um stock de 9.000 testes para a covid-19 e o setor privado cerca de 17.000, avançou hoje a ministra da Saúde, adiantando que o Governo está a procurar adquirir mais.

“Estamos a trabalhar através do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, temos um stock que permite 9.000 testes no Serviço Nacional de Saúde e temos uma informação do que o setor privado terá cerca 17.000 testes disponíveis para o serviço de todos”, afirmou Marta Temido, na conferência de imprensa diária das autoridades de saúde sobre a situação da pandemia do novo coronavírus, que causa a doença da covid-19.

Pico da curva epidémica deve acontecer "à volta de 14 de Abril", diz ministra da Saúde de Portugal

O pico da curva epidémica do surto de infecção pelo novo coronavírus em Portugal deve ocorrer "à volta do dia 14 de Abril", afirmou a ministra da Saúde, Marta Temido. Com 12 mortes, a taxa de letalidade é agora de 0,9%, disse.

Novo coronavírus faz 12 mortes em Portugal (DGS)

O número total de casos confirmados em Portugal subiu para 1.280. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), o número de mortes associadas também aumentou, havendo atualmente 12 vítimas — quatro na região Norte, quatro na região Centro, três em Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve.

Aguardam resultado laboratorial 1.059 pessoas. Há cinco casos recuperados.

Mais de 300 mortos e quase 5 mil infetados em Espanha nas últimas 24 horas

Espanha registou nas últimas 24 horas 324 mortos com o novo coronavírus e um aumento de 4.946 no número de infetados, de acordo com a atualização diária feita pelas autoridades de saúde do país.

Segundo os números do Ministério da Saúde espanhol, desde o início do surto, o país teve um total de 24.926 casos da pandemia da covid-19, dos quais 1.326 morreram e 2.125 foram curados.

A região mais atingida pela covid-19 é a de Madrid, com 8.921 infetados e 804 mortos, seguida pela da Catalunha (4.203 e 122), a do País Basco (1.725 e 85) e a da Andaluzia (1.515 e 40).

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.