Última hora
This content is not available in your region

Mais de 3000 casos e 80 mortes em África

euronews_icons_loading
Mais de 3000 casos e 80 mortes em África
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Começou esta sexta-feira o isolamento obrigatório de três semanas na África do Sul.

O país já tem mais de mil casos confirmados de infeção pelo coronavírus e duas vítimas mortais. As restrições são muito rigorosas. Sair de casa só para comprar comida ou para emergências de saúde. Sair para fazer exercício não é permitido. A polícia, ajudada em alguns casos pelo exército, dispersa grupos que continuam nas ruas, principalmente nas zonas mais pobres

Angola

Para os angolanos foi também o primeiro dia do estado de emergência que fica em vigor até ao dia 11 de abril e só permite deslocações necessárias e urgentes.

Em Luanda, o dia fica marcado por um grande movimento nas ruas apesar das restrições.

Depois da corrida ao gás, nesta sexta-feira, as filas formaram-se em frente aos bancos e aos supermercados. A venda ambulante e individual é permitida mãos são proibidos os mercados informais, uma atividade fundamental para muitas famílias no país. ~

Angola tem quatro casos de infeção confirmados.

África

O continente africano tem mais de 3000 casos e mais de 80 vítimas mortais pela Covid-19 nos 46 países atingidos pela pandemia. O norte de África é a região mais afetada. Egito e Argélia são os países com o maior número de mortes no continente.

No grupo dos PALOP há 18 infeções confirmadas e uma vítima mortal em Cabo Verde.