Última hora
This content is not available in your region

Covid-19 transforma coluna da Peste em Viena em local de peregrinação

euronews_icons_loading
Covid-19 transforma coluna da Peste em Viena em local de peregrinação
Direitos de autor  .
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia causada pelo novo coronavírus transformou a coluna histórica da peste em Viena, na Áustria, num local de peregrinação. Os vienenses acorrem aqui deixando desenhos de crianças, velas e algumas preces.

"Que o mundo se torne num lugar melhor e que esta crise termine em breve. Há sempre um motivo para acender uma vela", sublinha uma vienense.

A coluna, de estilo barroco, remonta ao século XVII e é um símbolo da erradicação da Grande Peste de Viena, que assolou a cidade em 1679.

A historiadora Elena Holzhausen refere que "estas pessoas trazem aqui as suas preocupações. Elas querem expressar os seus receios e creio que é bom que existam lugares como este. É um local que nos recorda outro momento difícil."

Desde o século XIV, a capital austríaca enfrentou vários surtos de Peste Bubónica, que se acredita ter estado na origem da pandemia da Peste Negra. Durante o último surto, em 1713, a cidade finalmente tomou medidas rigorosas como o estabelecimento de zonas de quarentena, vigilância e a criação de hospitais dedicados, exclusivamente, ao tratamento da peste.

"A coluna da peste mostra a fé representada por uma jovem mulher com uma cruz que, juntamente com um anjo, empurra para baixo a velha peste - assim a vitória da fé sobre a peste". Também hoje, durante a crise do novo coronavírus, esta fé dá esperança a muitas pessoas", relata o jornalista da euronews Johannes Pleschberger.