Última hora
This content is not available in your region

Aeroporto de Orly encerra devido à pandemia

euronews_icons_loading
Aeroporto de Orly encerra devido à pandemia
Direitos de autor  PHILIPPE LOPEZ/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia de coronavírus deixa companhias aéreas e aeroportos numa situação problemática. O aeroporto de Orly, no sul de Paris, usado principalmente para voos de curta distância - encerra até novas ordens - informou a operadora aeroportuária ADP em comunicado.

O tráfego de passageiros em Orly caiu 92% em relação ao mesmo período do ano passado. "Orly faz uma pequena pausa, mas a comunidade do aeroporto já se prepara para receber passageiros, companhias aéreas, parceiros e funcionários assim que as operações voltarem ao normal - lê-se no twitter.

A IATA também recorre às redes sociais para informar os passageiros sobre a mais grave crise que o setor aéreo está a enfrentar. Devido à queda da procura, as perdas vão ultrapassar a queda nos números vivida na altura do 11 de setembro e na altura da crise financeira.

Perante a situação global, o governo italiano viu-se obrigado intervir e a renacionalizar a Alitalia. Uma medida que vai custar aos contribuintes pelo menos 600 milhões de euros.

Outras companhias aéreas já disseram que precisariam de ajuda do governo perante esta crise sem precedentes, provocada pelo coronavírus. Mas a Alitalia é relativamente pequena em comparação com, por exemplo, a Lufthansa - que custaria muito mais aos contribuintes.