Última hora
This content is not available in your region

Portugal regista 209 mortes e prolonga estado de emergência

euronews_icons_loading
Portugal regista 209 mortes e prolonga estado de emergência
Direitos de autor  MARIO CRUZ / LUSA POOL/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

O governo português anunciou novas restrições para tentar conter a propagação do coronavírus durante o período da Páscoa.

O primeiro-ministro António Costa afirmou que todos os aeroportos do país estarão encerrados ao tráfego de passageiros entre os dias 9 e 13, exceção feita apenas para os voos de Estado, de carga e humanitários.

O anúncio é feito no dia em que o Parlamento aprovou o decreto do presidente Marcelo Rebelo de Sousa que prevê a prolongação do estado de emergência até ao dia 17 de abril.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, afirmou esta quinta-feira que, em Portugal, a epidemia de coronavírus ainda está em "franca ascendência". Segundo a DGS, foram registadas até ao momento 209 mortes e mais de 9000 infeções.

Entre as restrições anunciadas esta quinta-feira por António Costa, está também a proibição de "ajuntamentos com mais de cinco pessoas". O governo decretou também o confinamento ao concelho de residência durante a Páscoa.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que os efeitos económicos e sociais desta epidemia serão "os mais longos" que os portugueses já viveram e disse que os estado de emergência poderá ser prolongado para além de 17 de abril.