Última hora
This content is not available in your region

Itália e França registam menos mortes por Covid-19

euronews_icons_loading
Itália e França registam menos mortes por Covid-19
Direitos de autor  Luca Bruno/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido registou mais 739 mortes, em 24 horas, de pessoas infetadas com o novo coronavírus, Um aumento em relação aos dados anteriores. O total de óbitos supera agora os 27500.

No país foram confirmados mais de 6200 novos casos de infeção. Em termos de casos ativos o país conta com, pelo menos, 149,600.

Mas o secretário britânico para a Saúde valoriza uma meta, entretanto, alcançada. Matt Hancock diz que o Reino Unido deveria realizar 100.000 testes, por dia, até ao final de abril, acrescenta que sabia que era uma "meta ambiciosa", mas que conseguiram atingir o objetivo.

Em Espanha houve também um aumento, ainda que pequeno, no número de mortes, em 24 horas. Registaram-se 281 óbitos, o país soma mais de 24.800.

Enquanto o número de recuperado ultrapassa os 142 mil, as autoridades mostram-se confiantes no trabalho que tem sido realizado. Antonio Zapatero, diretor do hospital de campanha montado no IFEMA, o complexo de Feiras de Madrid, diz que pessoas dos EUA, da América Central, da América do Sul e de países da Europa, como a Alemanha e Itália, foram ver o trabalho que está a ser feito e ficaram todos admirados.

Em Itália o número de mortes voltou a baixar, 269, menos 16 do que nas 24 horas anteriores. O país tem quase 101 mil casos ativos do vírus, enquanto o número de recuperados superou a fasquia dos 78.200 e de mortos dos 28.200.

Também em França morreram menos pessoas, em 24 horas. O país acumula mais de 24.500, depois de somadas as mais recentes: 218. Ainda assim faleceram menos 71 pessoas que no dia anterior.

No país há mais de 93 mil casos ativos do vírus e quando se prepara o desconfinamento as autoridades passam a divulgar uma classificação diária da evolução da pandemia por regiões.