Última hora
This content is not available in your region

Um esforço global para lutar contra a pandemia

euronews_icons_loading
Um esforço global para lutar contra a pandemia
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Em estreita cooperação com a Organização Mundial da Saúde, a União Europeia coordenou uma conferência de doadores contra o coronavírus. Em cima da mesa estiveram três eixos principais: diagnóstico, tratamento e prevenção. E uma vontade forte de que as tecnologias médicas recentemente desenvolvidas ou atualizadas durante e após a pandemia possam estar disponíveis em todo o lado e para todos.

Como é que a investigação e a inovação da União Europeia contribuem para este esforço global?

Copenhaga

Na Universidade de Copenhaga, os investigadores estão a desenvolver um candidato a vacina com a chamada "tecnologia do DNA recombinante". Os genes do coronavírus são clonados para identificar as proteínas e compreender como se ligam aos recetores humanos.

Morten Agertoug, professor de Imunologia e Microbiologia, explica que a ideia é gerar anticorpos que impeçam o vírus de penetrar nas células humanas. "Neste momento estamos a testar protótipos de vacinas em ratos. Este soro vai ser enviado para a Holanda, onde iremos testar os anticorpos. Os prazos são muito agressivos neste projeto".

Roterdão

Outro exemplo de cooperação europeia está em Roterdão, onde os investigadores estudam a forma como os anticorpos podem dar uma resposta eficaz contra a pandemia. Esperam que a investigação ajude a desenvolver múltiplas estratégias para combater a Covid-19.

Franck Grosveld, biólogo no Centro Médico Universitário Erasmus, explica que podemos usar os anticorpos para o diagnóstico e como profiláticos. Dar às pessoas em risco de infeção, para que não fiquem infetadas e usá-los na terapêutica, para tratar doentes que foram infetados.

Comissão Europeia

Este projeto é apenas um dos muitos atualmente em curso na Europa na luta contra o coronavírus. Durante a Conferência de Doadores, a Comissão Europeia anunciou mil milhões de euros em ações de investigação contra a Covid-19, no âmbito do programa Horizon 2020.

Os fundos suplementares incluem:

  • 450 milhões de euros para investigação em tratamentos, diagnósticos e prevenção
  • 400 milhões de euros em investimentos na investigação e no desenvolvimento, incluindo a ampliação das instalações de produção
  • 150 milhões de euros para inovações contra o coronavírus

Estas ações foram concebidas para abordar a epidemiologia, a preparação e a resposta a surtos e o desenvolvimento de diagnósticos, tratamentos, vacinas e infra-estruturas de investigação.

Jean-Eric Paquet, diretor-Geral de Investigação e Inovação da UE, sublinha os 48 projetos em curso, em testes, prevenção e tratamento, que permitem reunir 159 equipas na Europa.

euronews

"Parte do esforço é também o investimento em ensaios clínicos. Estamos a financiar ensaios clínicos para terapias. Ao mesmo tempo, estamos também a trabalhar em estreita colaboração com a indústria. Temos a parceria "Iniciativa sobre Medicamentos Inovadores" com a indústria farmacêutica que está agora, naturalmente, a analisar a Covid. Também estamos a fornecer uma plataforma em torno da Nuvem para a Ciência Aberta Europeia,

para permitir que os investigadores partilhem os resultados da investigação e os dados desses resultados. E está a ser cada vez mais utilizado. Penso que também ajudará a reunir esforços mais globais em torno da Ciência contra a Covid-19".

Para os cientistas, estas investigações apoiados por fundos da Conferência de Doadores podem ajudar a dar respostas rápidas e eficazes contra a Covid-19.

Links Úteis

Projeto prevencão Covid : https://cordis.europa.eu/project/id/101003608

Investigação: https://ec.europa.eu/info/research-and-innovation/research-area/health-research-and-innovation/coronavirus-research-and-innovation_en

Projeto Manco: https://cordis.europa.eu/project/id/101003651