Última hora
This content is not available in your region

Corrida contra o tempo e a crise sanitária

euronews_icons_loading
Corrida contra o tempo e a crise sanitária
Direitos de autor  Michel Euler/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia de coronavírus já matou mais de 300 mil pessoas em todo o mundo - mais de metade deste número na Europa. Enquanto a Organização Mundial da Saúde adverte que a COVID-19 pode não desaparecer, a procura por uma vacina continua a paço acelerado.

Em França, o grupo farmacêutico Sanofi prometeu disponibilizar uma eventual vacina em todos os países, mas apenas algumas horas depois de ter sido criticado pelo governo francês, por sugerir que os Estados Unidos poderiam ter um acesso prioritário - já que o país foi o primeiro a financiar a investigação do grupo para tentar encontrar uma vacina.

A corrida para conseguir equipamento de proteção para os trabalhadores de saúde também está em andamento. A Comissão Europeia tem lidado com reclamações relacionadas com máscaras vindas da China.

Decidimos suspender a próxima entrega de (10 milhões) de máscaras. A seguir veremos que ação tomar, para avaliar a qualidade das máscaras.
Stefan De Keersmaecker
Porta-voz UE

Segundo a Polónia, as máscaras não tinham certificados europeus e não cumpriam as normas exigidas.

Os governos tentam lidar com a crise sanitária e o governo espanhol enfrenta uma outra crise nas ruas. Manifestantes tomaram conta de Madrid exigindo a demissão do primeiro-ministro Pedro Sánchez.