Última hora
This content is not available in your region

Londres é palco de protestos contra morte de George Floyd

euronews_icons_loading
Protestos em Trafalgar Square contra a morte de George Floyd
Protestos em Trafalgar Square contra a morte de George Floyd   -   Direitos de autor  Matt Dunham/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Dos EUA ao Reino Unido, o movimento de protesto que denuncia o homicídio do afro-americano George Floyd por um agente da polícia norte-americano em Minneapolis, no estado do Minnesota, chegou a Trafalgar Square, em pleno coração de Londres.

Munidos de cartazes e de palavras de ordem em memória de Floyd, de 46 anos, milhares de manifestantes percorreram, este domingo, de forma pacífica, as principais artérias de Londres e rumaram ao Parlamento britânico.

As normas de distanciamento social por causa da pandemia de Covid-19, parecem, no entanto, ter ficado para segundo plano.

De Minneapolis, que tem sido palco de tumultos, motins e saques, os protestos estenderam-se a várias capitais mundiais.

Em Berlim, mais de 2 mil pessoas concentraram-se, este sábado, em frente ao edifício da embaixada dos EUA. Sob o mote "Black Lives Matter" protestaram contra o racismo e a violência policial.

Na sexta-feira, um tribunal dos EUA acusou o agente Derek Chauvin, que se encontra detido, de assassínio de terceiro grau e de homicídio involuntário pela morte de Floyd. Chauvin é um dos principais alvos da revolta popular depois da divulgação de um polémico vídeo gravado por transeuntes, que acabaria por se tornar viral, na altura em que deteve o afro-americano.

As imagens mostram o agente a exercer pressão sobre o pescoço da vítima com uma perna enquanto esta se queixava de não conseguir respirar, até ficar inconsciente.

A polícia referiu que a vítima ofereceu resistência à prisão. No entanto, as imagens captadas pelas câmaras de um restaurante contíguo ao local do incidente, entretanto divulgadas, mostram o homem a dirigir-se à viatura da polícia, conduzido por agentes, de mãos algemadas e sem mostrar resistência.