Última hora
This content is not available in your region

Gestão da pandemia questionada em Itália com ação judicial

euronews_icons_loading
Gestão da pandemia questionada em Itália com ação judicial
Direitos de autor  Massimo Paolone/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

O Ministério Público italiano vai questionar o governo sobre a gestão da pandemia. Os familiares das vítimas apresentaram queixa na justiça.

Acompanhados pelos advogados, os membros da Comissão "Verdade e Justiça para as Vítimas de Covid-19", com origem no Facebook e com 55 mil membros, apresentaram 50 queixas ao Ministério Público em Bergamo, na Lombardia - considerado o epicentro do surto que atingiu Itália do início de fevereiro.

Os procuradores vão convocar o primeiro-ministro italiano, Giusseppe Conte e pretendem ouvir também a Ministra do Interior, Luciana Lamorgese, e o Ministro da Saúde, Roberto Speranza.

A recusa em receber pacientes por não apresentarem sintomas suficientes e a falta de camas disponíveis nos cuidados intensivos são alguns dos argumentos das famílias que defendem que os entes queridos não receberam os cuidados adequados. Alguns não sabem muito bem o que aconteceu aos familiares, mas não culpam os profissionais de saúde.

Os fundadores do movimento no Facebook dizem que não pretendem vingança, mas sim justiça - que dizem andar de mãos dadas com a verdade. Trata-se da primeira "ação coletiva" em Itália que questiona a forma como as autoridades lidaram com o surto do novo coronavírus.