Última hora
This content is not available in your region

Portugal poderá receber Fórmula 1 este ano

Mercedes driver Lewis Hamilton of Britain leads the field after the start of the Spanish Formula One race at the Barcelona Catalunya racetrack in Montmelo, Barcelona, Spain
Mercedes driver Lewis Hamilton of Britain leads the field after the start of the Spanish Formula One race at the Barcelona Catalunya racetrack in Montmelo, Barcelona, Spain   -   Direitos de autor  Joan Monfort/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Os Grandes Prémios de Fórmula 1 de Azerbaijão, Singapura e Japão foram cancelados, anunciou hoje a organização do campeonato, o que pode deixar Portugal mais perto de regressar ao calendário mundial da competição.

Em nota publicada no sítio oficial da Fórmula 1 na Internet, os promotores do Campeonato do Mundo referem que, "em resultado dos desafios apresentados pela (pandemia de) Covid-19", os organizadores locais "decidiram cancelar os seus eventos em 2020".

"Estas decisões foram tomadas devido a diferentes desafios que os nossos promotores enfrentam nestes países. Em Singapura e Azerbaijão, o tempo necessário para construir circuitos citadinos fez com que receber eventos durante este período de incerteza se tornasse impossível e, no Japão, as restrições às viagens ainda em vigor levaram à decisão de não realizar a corrida", lê-se na mesma nota.

Formula1.com
F1 Updated 2020 CalendarFormula1.com

A sucessão de cancelamentos pode levar a que a segunda metade da temporada do Mundial de Fórmula 1 venha a realizar-se em circuitos que não integravam o calendário inicial de 2020, como o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

Na quinta-feira, o diretor desportivo da Fórmula 1, o britânico Ross Brawn, anunciou a possibilidade de circuitos como o de Imola (Itália), Portimão (Portugal) e Hockenheim (Alemanha) poderem vir a acolher provas do Mundial de Fórmula 1 ainda em 2020.

O administrador do Autódromo Internacional do Algarve disse hoje à Lusa que existe "muita vontade das equipas" de Fórmula 1 que Portugal integre o calendário revisto do Mundial de 2020, mas qualquer decisão só acontecerá "em meados de julho".

"Sabemos que há muita vontade das equipas de que Portugal seja escolhido para o calendário e nós temos feito tudo o é necessário"
Paulo Pinheiro
Administrador do Autódromo Internacional do Algarve

No entender de Paulo Pinheiro, uma corrida em território nacional poderá acontecer "em setembro, outubro ou novembro", mas o que "fará a diferença é a possibilidade, ou não, de haver público nas bancadas".

"Somos a hipótese que todos querem, pela localização, pela pista, pelas instalações grandes que permitem maior distância de segurança, pelo clima, pela hotelaria e pelo reduzido impacto da Covid-19", disse Paulo Pinheiro.

O início da competição estava previsto para 15 de março, na Austrália, mas a prova foi cancelada devido à pandemia.

Ao todo, já foram canceladas ou adiadas 13 das 22 corridas da temporada, mas os responsáveis do campeonato esperam ter um calendário com 15 a 18 corridas até ao fim deste ano.