Última hora
This content is not available in your region

Casa impressa em 3D na República Checa

euronews_icons_loading
Casa impressa em 3D na República Checa
Tamanho do texto Aa Aa

Ceske Budejovice é uma cidade pitoresca na Boémia do Sul rica em história e em edifícios icónicos como, por exemplo, a denominada Torre Negra.

É aqui, no meio destes edifícios centenários que surge um novo marco da arquitetura local, a primeira casa checa impressa em três dimensões.

O edifício é construído por um robô industrial, conhecido como Masha, equipado com um braço de impressão especial.

Para a construção, são utilizados materiais como betão com fibras nano-propilénicas, plastificantes e um acelerador de reforço.

O arquiteto Jiri Vele explica como se desenrola o processo de construção desta casa que recebeu o nome de Prvok – Protozoan.

"A bomba transmite vibrações durante a bombagem e o betão é escorregadio como mel. Quando a impressão para, deixa de vibrar e fixa-se. Quando se pega no Prvok impresso e se agita com a sua base, tudo desliza".

O escultor Michal Trpak está habituado a trabalhar com betão líquido nas suas obras. Construir uma casa utilizando a mesma tecnologia é apenas mais uma experiência.

O artista afirma que continua "a chamar-lhe escultura de habitação. A casa é orgânica, tem uma fachada aérea escultórica em relevo e continua a funcionar como uma casa." Trpak afirma que o edifício é ideal para funcional como "uma casa de fim de semana", podendo ser "colocada na natureza com telhado e paredes verdes".

Com 43 metros quadrados, esta casa tem uma sala de estar, um quarto e uma casa de banho. Quanto ao preço, ronda os 140.000 euros.

Michal Trpak evidencia o caráter ecológico do projeto pois este edifício pode ser reciclado. No futuro, pode triturar-se o edifício antigo e utilizar os mesmos materiais para voltar a imprimir uma nova casa.

O processo de construção é bastante rápido, basta imprimir o material à medida que for necessário. O edifício pode assumir qualquer forma que se desejar e pode ser instalado em qualquer local, até mesmo sobre a água. Durante algum tempo, o Prvok será exibido num pontão no rio Vltava, em Praga.

O jornalista da euronews, Jiri Skacel explica que imprimir uma casa destas, demora entre em dois ou três dias. Depois, basta esperar cerca de duas semanas para que seque, e está pronta a utilizar.