Última hora
This content is not available in your region

Impressora 3D constrói casas em betão

euronews_icons_loading
Impressora 3D constrói casas em betão
Direitos de autor  يورونيوز
Tamanho do texto Aa Aa

São a nova moda em termos de habitação. Casas que não precisam quase de mão-de-obra. Uma, em Antuérpia, na Bélgica, precisou de quinze dias e de uma impressora 3D gigante que faz a maior parte do trabalho. Um projeto concretizado por estudantes de Ciências Aplicadas da Universidade Thomas More.

O arquiteto responsável pelo projeto, Piet Wielemans, explica que a impressora constrói as paredes, curvas ou retas, e que ao olhar-se, atentamente, para a estrutura das paredes é possível ver as diferentes camadas.

A impressora vai libertando betão por um caminho predefinido, criando as referidas camadas que formam as paredes. Na construção é ainda utilizada madeira, metais e vidro.

Esta será a primeira casa de dois andares construída através deste processo e terá como vantagem a redução do impacto no meio ambiente. O arquiteto adianta que se pensa que um processo como este reduz em 50% as emissões de CO,2 na construção. E, além disso, ela é feita a uma velocidade gigantesca pelo que se economiza muito tempo. Tempo e dinheiro porque, diz o gestor do projeto, Marijke Aerts, utiliza-se 60 por cento de materiais a menos.

Uma das estudantes envolvidas no projeto, Johanna Jacques, dizia que era uma "loucura" olhar para o resultado. Outro, Anthonie Damad, explicava que "foi uma experiência única", porque puderam terminar os estudos com este "maravilhoso resultado final" que é "tangível", "real", Uma casa onde se pode entrar e que permanecerá naquele lugar para quem quiser ver.

No futuro, espera-se que uma construção como esta possa ser impressa em menos de dois dias.