EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Áustria impõe controlos a viajantes dos Balcãs

Áustria impõe controlos a viajantes dos Balcãs
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Entradas terrestres a partir da Eslovénia sujeitas a inspeções aleatórias.

PUBLICIDADE

O aumento de surtos de Covid-19 em alguns países dos Balcãs, como a Bósnia ou a Sérvia, levou a Áustria a mobilizar militares para reforçar os controlos fronteiriços terrestres. Todas as entradas a partir da Eslovénia podem ser sujeitas a uma inspeção aleatória.

O tenente-coronel Thomas Enenkel explica que se verifica "a validade de testes covid efetuados, se há algum viajante que tem de ficar de quarentena, ou se a Áustria é simplesmente um ponto de passagem".

Os veículos com matrículas dos países mais problemáticos são alvo de controlos mais rigorosos. No caso dos autocarros, todos os passageiros são examinados.

Thomas Enenkel salienta que a medida destina-se a tentar travar precisamente "a disseminação de casos nos Balcãs Ocidentais e na Áustria".

Os militares são preparados para distinguir os critérios que tornam os testes de deteção do novo coronavírus realmente válidos, uma vez que já surgiram versões que estão longe de ser fiáveis.

A Áustria interditou também voos de cidades como Belgrado, Sarajevo e até da capital romena, Bucareste. Para já, estas restrições estendem-se até ao final de julho. Mas há indicações sobre um possível alargamento dos controlos terrestres à fronteira italiana.

O jornalista da Euronews Johannes Pleschberger realça que a Áustria já assistiu a uma subida significativa de casos no início de mês, registando ao todo cerca de 20 mil contágios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Covid-19: Prisão e multa para infetados que não cumpram quarentena na Áustria

Surto de Covid-19 em estância da Alta Áustria

Censos no Kosovo abrem polémica por incluírem perguntas sobre danos de guerra