Bielorrussos querem mudança

Bielorrussos querem mudança
Direitos de autor Euronews
De  Anelise Borges
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nas últimas semanas, repetiram-se os protestos contra o regime que governa o país há quase três décadas

PUBLICIDADE

Milhares de bielorrussos pedem e esperam por mudança depois das presidenciais deste fim-de-semana. Esta quinta-feira, mais uma vez, saíram às ruas para mostrar apoio a Svetlana Tikhanovskaya.

Eu ia votar num candidato diferente mas ele agora está na prisão. Por isso, voto na Tikhanosvkaya. Ela promete eleições justas e libertar todos os presos politicos.
Apoiante de Svetlana Tikhanovskaya

Nas últimas semanas, repetiram-se os protestos contra o regime que governa o país há quase três décadas. 

Milhares de pessoas têm participado nas manifestações de apoio a Tikhanosvkaya. O ambiente parece calmo mas a polícia está sempre por perto

Tenho 20 anos e não consigo pensar no meu futuro neste país com este governo e com Lukashenko.
Apoiante de Svetlana Tikhanovskaya

O Presidente, Aleksander Lukashenko, diz que não vai permitir que uma revolução aconteça no país. As forças especiais têm reprimido aqueles que insistem nos protestos.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa não vai participar nestas eleições porque não recebeu convite oficial a tempo.

Esta sexta-feira, França, Alemanha e Polónia pediram eleições "livres e justas"ao presidente da Bielorrússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Que futuro para a Bielorrússia?

Lukashenko descarta revolução na Bielorrússia

Moldova denuncia esforços da Rússia para influenciar referendo sobre UE