Última hora
This content is not available in your region

"Zenu" condenado a cinco anos de prisão

Luanda, Angola
Luanda, Angola   -   Direitos de autor  Euronews/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O filho de José Eduardo dos Santos, antigo Presidente de Angola, José Filomeno dos Santos, foi condenado a cinco anos de prisão.

O Tribunal Supremo de Angola considerou culpados os quatro arguidos. "Zenu", que foi presidente do Fundo Soberano angolano, foi condenado a quatro anos de prisão pelo crime de burla por defraudação, na forma continuada, e a dois anos de prisão pelo de trafico de influências, também na forma continuada, num cúmulo jurídico de cinco anos.

Foi ainda condenado Valter Filipe, ex-governador do Banco Nacional de Angola, a seis anos de prisão por peculato na forma continuada e a quatro anos pelo de burla por defraudação na forma continuada, totalizando uma pena única de oito anos de prisão.

António Samalia Bule, ex-diretor de gestão do BNA, foi condenado a uma pena única de cinco anos, Jorge Gaudens Sebastião, empresário e amigo de longa data de Zenu dos Santos, a pena única de seis anos.

Foram ainda condenados a pagar, e entre outras coisas, cinco milhões de kwanzas ao Estado angolano por danos morais, oito milhões; 512 mil dólares pelos prejuízos que resultaram das suas ações e as despesas com o processo judicial que correu trâmites em Londres, mais de quatro milhões de dólares.

Os réus, que foram absolvidos do crime de branqueamento de capitais num processo relativo a uma transferência irregular de 500 milhões de dólares do banco central angolano para a conta de uma empresa privada estrangeira sediada em Londres, aguardarão em liberdade o recurso interposto pela defesa.