Última hora
This content is not available in your region

Desastre ambiental no Oceano Índico

euronews_icons_loading
Desastre ambiental no Oceano Índico
Direitos de autor  Gwendoline Defente/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A mancha negra de petróleo que está a destruir o paradisíaco ecossistema das ilhas Maurícias, pode em breve chegar à vizinha ilha da Reunião, a 230 quilómetros de distância. As correntes estão a levar para a Reunião parte das mil toneladas de crude despejadas ao mar pelo encalhado cargueiro japonês MV Wakashio.

O ministro francês dos territórios além-mar, Sébastien Lecornu, diz que "se fosse tomada a decisão de afundar a parte da frente do navio, quero obviamente que tenhamos todas as garantias de que não haveria impacto ambiental nas águas territoriais das Maurícias, mas especialmente nas águas territoriais francesas e da ilha da Reunião".

O navio japonês encalhou nos famosos recifes de coral das ilhas Maurícias a 25 de julho e entretanto já se partiu em dois.

As equipas de limpeza conseguiram retirar da água várias toneladas de crude, mas o impacto ambiental e económico para aquele território do Oceano Índico está já a ser devastador.