EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Os 50 anos do Movimento de Libertação das Mulheres

Os 50 anos do Movimento de Libertação das Mulheres
Direitos de autor Anne-Christine POUJOULAT/AFP or licensors
Direitos de autor Anne-Christine POUJOULAT/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A manifestação que começou no Arco do Triunfo e revolucionou França.

PUBLICIDADE

As mulheres no Arco do Triunfo, onde tudo começou. A 26 de agosto de 1970, um grupo de mulheres tentaram depositar uma coroa de flores, neste monumento simbólico de Paris, com slogans como: "Para a mulher do Soldado Desconhecido" ou “Um em cada dois homens é uma mulher", mas foram detidas pela polícia.

O Movimento de Libertação das Mulheres (MLF) completa 50 anos. Um movimento histórico criado para melhorar o estatuto das mulheres na sociedade francesa e conquistar direitos, como a legalização do aborto - conseguida em 1975.

Nunca nos quisemos definir como feministas. Embora soubéssemos que certas coisas que fazíamos eram consideradas como feminismo e eram necessárias, queríamos a libertação das mulheres - o que não era a mesma coisa. Queríamos que as mulheres pudessem libertar-se da violência e de leis que eram como algemas... Para que se pudessem afirmar e existir”.
Catherine Guyot
Movimento de Libertação das Mulheres

Esta primeira manifestação foi uma demonstração de solidariedade à greve das mulheres norte-americanas pelo sufrágio feminino nos Estados Unidos. Marcou o início do movimento que revolucionou França para que as mulheres passassem a ter voto na matéria e em várias matérias, como o controlo da própria fertilidade - destacando a importância da liberdade sexual e enfatizando a necessidade de denunciar a violência exercida contra a mulher.

É uma esperança para o futuro porque também significa que as mulheres conseguiram fazer passar a sua libertação, conquistas e criações, de mulher para mulher e de geração em geração - algo que ainda não tinha acontecido até este momento da história.
Catherine Guyot
Movimento de Libertação das Mulheres
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Violência contras as mulheres durante pandemia exige mais apoios

Francês detido no Irão por participar em protestos após a morte de Mahsa Amini foi libertado

Centenas assistem a recriação de desembarque do Dia D