Última hora
This content is not available in your region

Eleições legislativas no Montenegro

euronews_icons_loading
Eleições legislativas no Montenegro
Direitos de autor  Risto Bozovic/
Tamanho do texto Aa Aa

Entre medidas rígidas contra a Covid-19 e um clima de tensão com a Sérvia, mais de meio milhão de eleitores são chamados às urnas neste domingo, para uma das eleições mais imprevisíveis da história do Montenegro.

País elege novo Parlamento num contexto de divisão política, as principais forças partidárias definem posições pró-Ocidente ou pró-Sérvia/Rússia.

Depois de décadas no poder, o Partido Democrático dos Socialistas, do presidente Milo Djukanovic, pode perder a maioria parlamentar. Fortes acusações de corrupção enfraqueceram o partido.

A coligação com mais probabilidade de fazer frente ao partido do líder montenegrino é a liderada pelo partido pró-sérvio Frente Democrática, apoiado pela Igreja Ortodoxa e favorável ao fortalecimento dos laços com a Rússia e a Sérvia.

O Montenegro, independente desde 2006, é membro da NATO e está a negociar a adesão à União Europeia.