Última hora
This content is not available in your region

Mais de 300 velhinhos automóveis da URSS em coleção

euronews_icons_loading
O Chaika foi um dos carros de topo da URSS
O Chaika foi um dos carros de topo da URSS   -   Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

É num canto tranquilo da Rússia onde repousa um monumento à época áurea dos automóveis soviéticos.

São trezentas viaturas, umas mais enferrujadas do que outras. Mas é a coleção de Mikhail Krasinets, um antigo mecânico que ganhou a paixão quando o pai o levou a um desfile de carros de corrida quando tinha 3 anos.

"Em primeiro lugar, comprei isto tudo. Vendi o meu apartamento em Moscovo quando percebi que tinha trinta carros debaixo das janelas. Trouxe quinze", confessa.

Agora Mikhail vive na região de Tula, no sul, e tem automóveis de todos os fabricantes soviéticos, muitos já extintos.

"Conseguimos tudo o que foi até ao final do período soviético, ou seja, 1991 inclusive. Depois percebemos que continuaram a produzir modelos como o Volga, o Moskvitch, o Zhiguli e adiante, então pensei: ' Ok, que seja até ao final do século vinte", explica.

Uma das estrelas da coleção é o Chaika, um famoso carro executivo soviético.

"Nem é preciso dizer que é o carro-chefe, muito bonito e muito interessante, e o mais importante, era o mais avançado em termos de equipamento. Tinha um enorme motor V8, caixa de velocidades automática, vários vidros elétricos e mais já em 1958, quando a maioria das pessoas dirigia carros que mais pareciam bicicletas com motor. As pessoas importantes conduziam esses Chaikas", diz.

Apesar de muitas poderem estar inoperacionais, estas velhinhas máquinas de quatro rodas continuam a levar muitos numa viagem ao passado.