Última hora
This content is not available in your region

Estudantes bloqueiam universidade de Budapeste

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Estudantes bloqueiam universidade de Budapeste
Direitos de autor  euronews (Videostandbild)
Tamanho do texto Aa Aa

Um protesto pela independência da cultura na capital da Hungria. A prestigiosa Escola de Teatro e Cinema de Budapest (SZFE) tornou-se na última vítima da remodelação encetada pelo primeiro-ministro conservador Viktor Orbán para que as instituições do país reflitam, cada vez mais, a ideologia do poder.

Os estudantes bloquearam a entrada da universidade em protesto, depois da direção do estabelecimento se ter demitido em bloco para contestar a entrega da gestão a uma fundação próxima do governo.

Mihaly Csernai, associação de estudantes da Escola de Teatro e Cinema de Budapeste:"Para nós, o principal guardião da autonomia da nossa universidade é o Senado e todos os seus instrumentos e poderes foram retirados por um documento que entra agora em vigor. Isso é inaceitável."

Uma polémica lei adoptada em dezembro do ano passado veio acentuar o peso do Estado na gestão dos teatros e na totalidade das instituições culturais da Hungria.

E o governo tem privatizado universidades através de um modelo que as coloca sob a tutela de fundações lideradas por próximos do executivo.

Mas os estudantes da Escola de Teatro e Cinema de Budapeste não aceitam a perda de autonomia da instituição e prometem manter-se mobilizados, bloqueando nomeadamente a entrada aos novos membros da administração.

Daniel Bozsik, euronews:"Os estudantes que organizam o protesto estão determinados e vão continuar com as ações até que os decisores restaurem a autonomia da universidade."