Última hora
This content is not available in your region

Portugal aperta o cerco à Covid-19 nas escolas

euronews_icons_loading
Porto, Portugal
Porto, Portugal   -   Direitos de autor  Euronews/RTP
Tamanho do texto Aa Aa

A uma semana do arranque do ano letivo em Portugal está tudo a postos, ou quase tudo, para receber os alunos. As medidas para evitar a propagação do novo coronavírus estão implementadas ou em processo de implementação, como definem as regras estabelecidas pela Direção Geral de Saúde.

Os alunos a partir do 2.º ciclo do ensino básico regressam à sala de aulas de máscara (pessoal docente; não docente; encarregados de educação e fornecedores e outros elementos externos, também), salvo nas de educação física e respeitando todas as medidas de segurança, distanciamento social e regras de higienização. Importante mas apenas se as regras forem também cumpridas fora da escola:

Nas primeiras cinco semanas passasse por "um período de recuperação das aprendizagens", afetadas por um final de ano letivo atípico devido aos constrangimentos criados pela pandemia de Covid-19. Portanto, será só em meados de outubro que se começarão a aprender novas matérias.

Fica, para já, posto de parte a possibilidade de encerramento dos estabelecimentos de ensino apenas por ter sido diagnosticado um caso, ou dois de Covid-19. O fecho de uma escola "só deve ser ponderado em situações de elevado risco no estabelecimento ou na comunidade", como se lê-se no documento que define as regras para a educação. Ainda assim, há um processo a ser posto em prática para evitar a propação do vírus.