Última hora
This content is not available in your region

Novo Incêndio no campo de refugiados de Moria

euronews_icons_loading
Novo Incêndio no campo de refugiados de Moria
Direitos de autor  Petros Giannakouris/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Um segundo incêndio, na noite de quarta-feira, no campo de refugiados de Moria, na ilha de Lesbos, na Grécia obrigou quem ainda aí permanecia, nas áreas não devastadas pelo fogo da noite anterior, a partir. Nova tragédia num espaço que albergava, até terça-feira, pelo menos 13 mil pessoas. Agora dorme-se no exterior do campo, ainda que muitos já estivessem aí instalados devido à sobrelotação.

Um camaronês, Leonie Raymon, explica que não tem "para onde ir já que ardeu tudo", acrescenta que dormem no exterior do campo e que ficarão por ali, e que "nenhuma organização, ou entidade governamental grega" se deslocou ao local para ajudá-los.

Já um congolês, Jessie Dongocataba, diz que o que gostariam era da "ajuda da comunidade internacional" para tirá-los dali. "Só queremos sair daqui...", desabafa.

Na quarta-feira, migrantes que deixaram o acampamento rumo ao principal porto da ilha, Mytilini, para embarcar em navios com destino ao continente, acabaram em confronto com a polícia que bloqueava a estrada e acabaram atingidos com gás lacrimogéneo.Já um grupo de menores desacompanhados acabou por ser transferido, na noite de quarta-feira, para outros campos no continente.