Última hora
This content is not available in your region

Conflito turco-grego: Conselho Europeu diz que acordo está para breve

euronews_icons_loading
Conflito turco-grego: Conselho Europeu diz que acordo está para breve
Direitos de autor  Burhan Ozbilici/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente do Conselho Europeu diz que há esperança para que do conflito turco-grego saia uma acordo, em breve, e que uma negociação com vários países pode facilitar o processo.

As declarações foram feitas por Charles Michel numa visista a Atenas, esta terça-feira, onde se encontrou com o primeiro-ministro grego.

O Presidente do Conselho Europeu diz que vai ser "discutida a ideia de se realizar uma conferência multilateral e não bilateral", por "haver necessidade de diferentes países se sentarem e debaterem o tema.".

Já o chefe do governo grego Kyriakos Mitsotakis voltou a realçar que está aberto a negociações com a Turquia, dentro dos "limites das zonas marítimas" que tem vindo a assinalar desde o início do conflito.

O assunto chegou a Bruxelas, há mais de duas semanas, dias depois do início dos desentendimentos.

O Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança voltou a criticar a posição da Turquia.

Josep Borrell diz que a "o que tem vindo a acontecer no verão é algo inaceitável e que a Turquia tem de se abster de tomar deciões unilaterais, de forma a que o diálogo avance.

"Este é um elemento básico para permitir que o diálogo avance - bem, melhor, para começar", disse Borrell.

O braço de ferro entre a Turquia e a Grécia começou depois de a Turquia colocar um navio a investigar a possibilidade de extração de petróleo numa área marítima sobre a qual a Grécia reivindica direitos exclusivos, área onde o governo grego faz agora exercícios militares.

Os dois paises não se entendem, apesar da intervenção de vários governos, incluindo, o alemão.