Última hora
This content is not available in your region

Governo italiano apresenta plano de investimento

euronews_icons_loading
Giuseppe Conte
Giuseppe Conte   -   Direitos de autor  Roberto Monaldo/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Itália foi um dos países que mais sofreu com a pandemia de covid-19 e será também o principal beneficiário do fundo de recuperação criado pela União Europeia. O governo italiano deu a conhecer no parlamento os planos para os mais de duzentos mil milhões de euros que chegarão de Bruxelas, tendo identificado seis áreas chave para o investimento: digital, ecologia, infraestrutura, educação, investigação na área da saúde e inclusão social.

Para Roberto Gualtieri, o dinheiro não será utilizado para despesas correntes nem para cortes nos impostos. O ministro da Economia de Itália compromete-se a trabalhar no sentido de diminuir a despesa pública, e apresenta o plano como o caminho para o país relançar e modernizar a economia através de investimentos públicos e privados.

No dia em que o governo apresentou os planos de investimento para a recuperação económica, o primeiro-ministro Giuseppe Conte recebeu o apoio de um aliado de peso, a Comissão Europeia. A presidente Ursula von der Leyen relançou o tema da saúde pública, colocando a Itália no centro. Propôs que a próxima cimeira do G20, prevista para o próximo ano e sob presidência italiana, fosse usada para discutir a saúde global.

A Itália foi um dos países mais afetados pelo novo coronavírus e tem de repensar o funcionamento do sistema de saúde pública. As reformas e investimentos necessários podem chegar com a ajuda do fundo de recuperação. O objetivo é assumir o papel de uma Europa que protege através do apoio à investigação científica.