EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Reino Unido aperta restrições e ameaça população

Reino Unido aperta restrições e ameaça população
Direitos de autor Matt Dunham/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Matt Dunham/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo admite impor um novo confinamento nacional se as pessoas não cumprirem as regras agora em vigor

PUBLICIDADE

O fim de semana no nordeste de Inglaterra foi estranhamente calmo, na cidade de Newcastle as ruas estavam desertas no sábado à noite depois de bares e restaurantes terem sido obrigados a fechar portas às 22 horas. A região é uma das mais atingidas pela covid-19 no país e as autoridades desenvolvem esforços para limitar os ajuntamentos sociais.

Quem está obrigado a fazer quarentena arrisca uma pesada multa se sair à rua, mil libras, ou pouco mais de mil euros, na primeira ofensa e até dez vezes mais para quem foi apanhado a reincidir.

O país é o quinto a nível mundial com mais mortes associadas à covid-19 e o ministro da Saúde promete apertar com quem não se sabe comportar. Matt Hancock, no entanto, sublinha que todos têm uma escolha e todos têm uma palavra a dizer, uma vez que a situação depende das escolhas individuais de 60 milhões de pessoas, e se a população não os ajudar a controlar a situação com os confinamentos locais, terão de implementar novas medidas a nível nacional.

A boa vontade das autoridades esbarra na fraca capacidade para efetuar testes e as longas filas à espera de uma oportunidade ainda são um cenário habitual.

No sentido contrário, em Londres, algumas centenas de pessoas manifestaram-se contra as medidas de restrição do governo uma vez que consideram que violam a sua liberdade individual.

As autoridades britânicas não se deixam impressionar e não excluem a possibilidade de fechar novamente o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres