Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Autoridades austríacas processadas por turistas de Ischgl

euronews_icons_loading
Covid-19: Autoridades austríacas processadas por turistas de Ischgl
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades austríacas protagonizam um processo judicial movido por turistas infetados com Covid-19 que se queixam de incúria na proteção e segurança em Ischgl. A cidade é considerada uma das origens na disseminação do novo coronavírus no país.

A quarentena em Ischgl iniciou-se a 13 de março. Antes, no dia 7, foi identificado o primeiro caso. Vários cidadãos diziam ter ficado infetados depois de regressarem a casa.

"Deveriam ter-nos dito logo: basta, os elevadores estão fechados, vão para casa. Como turistas não conhecíamos a gravidade da situação na cidade. Eles sim", lamentou Jürgen Stang, um dos queixosos.

Turistas de diferentes países e familiares de vítimas que sucumbiram entretanto participam da ação coletiva.

O presidente da Associação Austríaca de Defesa do Consumidor, Peter Kolba, que representa várias pessoas infetadas, sublinhou que as autoridades reagiram tarde: "Há um exemplo concreto que mostra que uma pessoa se pode tornar mais estúpida em apenas uma semana ou que a foi a indústria do turismo que influenciou, de forma massiva, as decisões das autoridades."

A partir de Ischgl o vírus espalhou-se para dezenas de outros países. Em causa estão indemnizações de até cem mil euros por pessoa.