EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Cientista portuguesa distinguida pela Comissão Europeia

Elvira Fortunato com o Prémio Impacto Horizonte 2020
Elvira Fortunato com o Prémio Impacto Horizonte 2020 Direitos de autor RTP
Direitos de autor RTP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A cientista portuguesa Elvira Fortunato foi distinguida pela Comissão Europeia com o Prémio Impacto Horizonte 2020, no valor de dez mil euros, pela criação do primeiro ecrã transparente com materiais ecossustentáveis.

PUBLICIDADE

A cientista portuguesa Elvira Fortunato foi distinguida pela Comissão Europeia com o Prémio Impacto Horizonte 2020, no valor de dez mil euros, pela criação do primeiro ecrã transparente com materiais ecossustentáveis. A investigadora desenvolveu o ecrã a partir de óxido de zinco, um material semicondutor de baixo custo, não degradável e com melhores resultados.

"Um cabo elétrico é condutor, mas não é transparente. Um vidro é transparente e não é condutor. Nós aqui temos um exemplo de um vidro que está revestido com estes materiais e que é simultaneamente transparente e condutor", explica a investigadora, que dirige o Centro de Investigação de Materiais da Universidade Nova de Lisboa. 

"Como estes materiais são produzidos à temperatura ambiente, eu posso fabricar um ecrã em polímero, num material flexível e enrolá-lo. Não tenho problema nenhum. Já não o posso fazer com a tecnologia convencional. Eu posso enrolar uma televisão, desenrolar, aquilo que quiser", realça Elvira Fortunato.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE pondera uma união europeia da saúde

Que impacto terá a subida da direita e o declínio dos verdes no Pacto Ecológico?

PPE não pretende acordo formal com CRE, mas poderá haver cooperação