Última hora
This content is not available in your region

Madrid em bloqueio parcial

euronews_icons_loading
Madrid, Spain
Madrid, Spain   -   Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Madrid acordou, este sábado, para o seu primeiro dia sob bloqueio parcial, com a polícia a controlar as entrada e saída da capital espanhola.

Madrid é, hoje, o ponto mais quente da Europa, no que diz respeito à pandemia de Covid-19. Ainda que com alguma relutância das autoridades regionais as medidas voltam a ser mais apertadas durante duas semanas.

*Itália impõe máscaras no exterior*

Em Itália, o uso de máscaras, ao ar livre, passa a ser obrigatório em Roma e na região de Lazio, a partir de segunda-feira. Os infratores correm o risco de pagar uma multa de 400 euros. A polícia local já está a alertar aqueles que não usam máscaras e que passarão a ter de fazê-lo.

*Corrente humana contra as restrições*

Na Alemanha, e apesar do aumento do número de pessoas infetadas pelo novo coronavírus, os opositores das medidas para conter a sua disseminação organizaram uma enorme corrente humana, este sábado, nas margens do Lago Constança, que faz fronteira com a Áustria e a Suíça. Pretendiam criar uma corrente entre os três países.

*Número de casos aumenta na Rússia*

As autoridades russas anunciaram, este sábado, mais de 9.000 novos casos confirmados de infeção. Mas o Kremlin adianta que não está a ser pensado um novo confinamento. Nas ruas há quem fale numa inevitável segunda vaga da pandemia.

A Rússia é, atualmente, o quarto país do mundo com o maior número de casos confirmados. Já morreram mais de 21.000 pessoas.

Mas o país com mais vítimas mortais, ligadas à da Covid-19, de acordo com os mais recentes relatórios é a Índia. Mais de 937 mortos em 24 horas.