Última hora
This content is not available in your region

NATO apela a "influência" da Turquia em Nagorno-Karabakh

euronews_icons_loading
NATO apela a "influência" da Turquia em Nagorno-Karabakh
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O secretário-geral da NATO quer contar com Ancara para pôr termo ao conflito armado em Nagorno-Karabakh. "Espero que a Turquia use a sua influência para acalmar as tensões", disse Jens Stoltenberg, que, esta segunda-feira, se reuniu com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

Numa declaração à comunicação social, Stoltenberg frisou a importância de "todas as partes envolvidas" cessarem "imediatamente os combates" e esforçarem-se "para encontrar uma solução pacífica e negociada" na região.

Mas o apoio da Turquia pode ser particularmente difícil depois das recentes divergências com países membros da NATO por causa da exploração de petróleo no Mediterrâneo.

O governo turco tem também estado empenhado em apoiar as forças militares do Azerbaijão, tendo defendido a retirada da Arménia de Nagorno-Karabakh.

A guerra pelo enclave separatista do Azerbaijão afeto à Arménia vai entrar na segunda semana de hostilidades.

Sem fim à vista, estima-se que o conflito tenha matado já cerca de 250 pessoas.