EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Trump teve alta hospitalar

Washington, USA
Washington, USA Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Evan Vucci/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump teve alta hospitalar. Presidente dos EUA regressa à Casa Branca onde continuará o tratamento.

PUBLICIDADE

Donald Trump já teve alta hospitalar do Hospital Militar Walter Reed. O presidente dos Estados Unidos da América foi internado sexta-feira, devido ao agravamento de sintomas da covid-19. No entanto, a evolução positiva do último dia, permitiu ao chefe de Estado norte-americano ter autorização para voltar a casa.

"Nas últimas 24 horas, o presidente (...) respondeu ou superou todos os critérios-padrão para a alta hospitalar. Recebeu outra dose de Remdesivir. Já passaram mais de 72 horas desde que teve febre pela última vez. Os níveis de oxigénio, incluindo de saturação e o seu trato respiratório estão todos normais", afirmou o médico da Casa Branca, Sean Conley, aos jornalistas.

Apesar de o presidente poder não estar totalmente fora de perigo, os médicos foram favoráveis a deixá-lo sair do hospital.

Num regresso ao Twitter, Trump confirmou a notícia, revelando sentir-se muito bem, "melhor do que há 20 ano"s. Na mesma publicação, apelou a que as pessoas não tenham medo da covid, tendo em conta que " sob a administração Trump" foram desenvolvidos "algum conhecimento e medicamentos realmente ótimos" ,

Presidente e discurso mantêm os apoiantes, mesmo depois de vários casos de coronavírus entre os membros mais próximos do governo.

Kayleigh McEnany, porta-voz da Casa Branca, é a mais recente baixa da administração Trump.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump pode ter alta segunda-feira

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa