Última hora
This content is not available in your region

Míssil atinge zona residencial em Ganja

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro  & Emin Ibrahimov
euronews_icons_loading
Míssil atinge zona residencial em Ganja
Direitos de autor  يورونيوز
Tamanho do texto Aa Aa

A segunda maior cidade do Azerbaijão acordou em sobressalto este sábado. Um missíl atingiu uma zona residencial em Ganja e terá feito mais de uma dezena de mortos e 40 feridos.

No caminho para Jabrayil, 200 quilómetros a sul, em pleno enclave de Nagorno-Karabakh, o repórter da Euronews conta encontrou muitos tanques, soldados e armamento. Sinais de que o Azerbaijão está a preparar uma ofensiva.

O conflito entre Arménia e Azerbaijão por causa de Nagorno-Karabakh tem subido de tom nas últimas semanas. Um coronel do exército azeri admite à Euronews que "todas as batalhas são duras, porque há perdas". Elshad Abilov garante no entanto que "ninguém pode travar e exécito do Azerbaijão" por que se trata de uma "luta para recuperar a terra natal".

A população de Nagorno-Karabakh é maioritariamente de origem arménia, mas o território é reconhecido pela ONU como parte do Azerbaijão. A contenda começou em 1918, com o desmantelamento do Império Otomano. Ganhou folêgo com a queda da União Soviética e todas as tentativas de uma solução negociada falharam. A comunidade internacional exige um cessar fogo sem condições.