Trump e Biden apostam em Estados-chave

Trump e Biden apostam em Estados-chave
Direitos de autor Photo : Lance Iversen (Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.)
Direitos de autor Photo : Lance Iversen (Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.)
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente dos EUA e rival democrata estão a pouco mais de duas semanas das eleições e na quinta-feira protagonizam novo debate em Nashville

PUBLICIDADE

A pouco mais de duas semanas das presidenciais, Donald Trump e Joe Biden apostam nos Estados considerados "chave" para as eleições.

O presidente norte-americano deslocou-se ao Nevada, que não favorece um candidato republicano desde 2004, enquanto o rival democrata apostou na Carolina do Norte, que foi favorável ao partido pela última vez em 2008, com Barack Obama.

Joe Biden, candidato democrata:"Quando digo que chegou o momento de restaurar a alma dos Estados Unidos... É o momento de reconstruir a espinha dorsal do país, a classe média, e, desta vez, levar todos [nesse esforço], independentemente da raça, idade, religião, género, etnia ou deficiência. Podemos fazê-lo!"

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos:"Se votarem por Biden ele vai entregar os vossos empregos à China e o vosso futuro ao vírus. Ele quer um confinamento. Ele vai dar ouvidos aos cientistas... Se eu tivesse dado completamente ouvidos aos cientistas, teríamos agora um país numa completa depressão."

Biden - que multiplica os apelos ao voto antecipado - conta com nove pontos de vantagem na média nacional das sondagens, Mas, nos Estados que podem mudar de cor nas eleições de 3 de novembro, a margem é bastante mais reduzida a favor do ex-vice-presidente norte-americano.

Depois de um primeiro frente a frente particularmente virulento, os dois candidados deverão encontrar-se para um novo debate na próxima quinta-feira em Nashville, no Tennessee.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Casa Branca: "Não vamos controlar a pandemia mas sim a vacina e as terapias"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado

Trump recebeu presidente polaco em Nova Iorque para reunião "amigável"