Última hora
This content is not available in your region

Art Basel coloca "holofote" em Hong Kong

euronews_icons_loading
Art Basel coloca "holofote" em Hong Kong
Direitos de autor  Кадр из видео AP
Tamanho do texto Aa Aa

A edição de Hong Kong da Art Basel pode ter sido adiada até Maio de 2021, devido à pandemia de coronavírus, mas o número crescente de casos de Covid-19 não impediu a organização de um mini-certame, designado "Hong Kong Spotlight".

Uma exposição organizada em colaboração com a Fine Arts Asia e que reúne obras de 22 galerias de Hong Kong.

Andy Hei, fundador e diretor do Fine Arts Asia:"A plataforma virtual ajuda, mas ainda não é uma solução. Até ao momento, o local onde nos encontramos é a solução final para o mercado da arte. Mas é claro que espero que, no futuro próximo, haja um desenvolvimento em paralelo das plataformas 'online' e 'offline', lado a lado. Às vezes poderão cruzar-se e outras vezes desenvolver-se de forma individual."

O certame incluiu um "Tributo a Luis Chan", considerado um dos mais originais artistas de Hong Kong, falecido em 1995. Autodidata, o artista de origem panamenha era apelidado de "Rei da Aguarela" e classificado como um dos principais pioneiros da arte moderna em Hong Kong.