Última hora
This content is not available in your region

Poluição no Vale de Arve: Estado francês em falta

euronews_icons_loading
Poluição no Vale de Arve: Estado francês em falta
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Uma meia vitória para os habitantes do Vale de Arve, na região de Chamonix: um tribunal determinou que o Estado francês está em falta na luta contra a poluição atmosférica, considerando, no entanto, que faltam elementos para "estabelecer definitivamente" a causalidade entre os valores elevados de poluição registados na região e os problemas de saúde de que padecem as famílias que fizeram apelo à Justiça.

Com uma população de 155.000 habitantes, o Vale de Arve regista frequentemente alertas à presença de partículas finas, ultrapassando os limites definidos a nível nacional e europeu, nomeadamente por servir de base a várias indústrias e de importante eixo rodoviário entre a França e Itália.

Muriel Auprince, ativista do grupo "Coll'Air Pur":"Cada vez que há estes julgamentos a respeito da poluição do ar, o Estado não quer reconhecer que é a poluição que provoca doenças. É esse elo de causalidade que queremos ver reconhecido, porque não são necessários mais estudos no Vale de Arve para saber que é a poluição que provoca muitas doenças."

Longe da ideia do ar puro transmitida pelas paisagens montanhosas dos Alpes, a área é a mais poluída do departamento francês de Auvergne Rhône Alpes. De acordo com um estudo realizado em 2017, 8 por cento das mortes prematuras na região podem ser atribuídas à poluição. As famílias que atacam o Estado nos tribunais pretendem obter indemnizações pelos danos provocados pela má qualidade do ar no vale (como o número elevado de crianças com asma e a degradação de patologias e agravamento de sintomas de outras doenças).