Polícia argentina apreende registos médicos de Maradona

Polícia argentina apreende registos médicos de Maradona
Direitos de autor أ ب
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O médico de Maradona, Leopoldo Luque, nega responsabilidade pela morte do jogador

PUBLICIDADE

A polícia argentina efetuou buscas na residência e gabinete de um dos médicos de Diego Maradona, tendo apreendido registos médicos.

O médico é acusado de possível homicídio involuntário na sequência da morte de Maradona vítima de ataque cardíaco na semana passada.

Os procuradores estão a averiguar se houve negligência no tratamento da estrela de futebol argentina.

O médico, Leopoldo Luque, nega qualquer responsabilidade.

"Penso muito sobre tudo. Também gostava que estivesse aqui. Estou arrependido? Não sei, porque ele queria uma vida que lhe fazia mal. Tentei acompanhá-lo, fiz tudo. Até o levei a jogar futebol e ele não queria", afirmou Leopoldo Luque, o médico de Maradona.

Três filhas de Maradona levantaram suspeitas relativamente ao tratamento recebido pelo seu pai em casa devido à doença cardíaca de que sofria.

O funeral da estrela de futebol argentina foi acompanhado por dezenas de milhar de adeptos.

Maradona havia recentemente sofrido vários problemas médicos devido ao consumo excessivo de drogas e álcool.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Argentinos pedem justiça para Maradona

Confrontos na despedida a Maradona

Tributos a Maradona unem Buenos Aires