Última hora
This content is not available in your region

Sonda chinesa já recolhe amostras da Lua

euronews_icons_loading
Sonda chinesa já recolhe amostras da Lua
Direitos de autor  AP/China National Space Administration
Tamanho do texto Aa Aa

A nave espacialchinesa Chang'e 5 aterrou na Lua com sucesso e já começou a recolher amostras da superfície do satélite. A sonda representa aquilo que as autoridades de Pequim definem como a terceira fase do programa espacial chinês.

Lançada da ilha de Hainan a 24 de novembro, deverá recolher 2 quilos de amostras do solo. Está programada para perfurar a superfície ao longo de dois dias. Depois, a cápsula no topo da sonda será relançada de volta à Terra. Deve aterrar em território chinês ainda em dezembro.

Se for bem sucedida, será a primeira vez em 44 anos que os cientistas obtêm amostras de rochas lunares. As últimas foram recolhidas em 1976 por uma sonda da então União Soviética.

O objetivo chinês é preparar caminho para uma viagem tripulada à Lua até 2030. Pequim tem também uma nave espacial a caminho de Marte.

Em 2003, a China tornou-se o terceiro país a ter um astronauta no espaço, depois dos Estados Unidos e da União Soviética. O programa espacial chinês tem crescido em ambição e já inclui uma estação espacial própria.