Última hora
This content is not available in your region

Eleições legislativas na Roménia

euronews_icons_loading
Eleições legislativas na Roménia
Direitos de autor  Andreea Alexandru/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

As eleições legislativas na Roménia convocam mais de 18 milhões de pessoas às urnas.

A escolha dos 329 mandatos parlamentares ganha tanto mais importância quanto se olha para o turbulento percurso político do país, dirigido há um ano por um governo minoritário de centro-direita, na sequência de uma moção de censura.

Junta-se a isso o fator emigração: mais de 4 milhões de romenos saíram nos últimos anos à procura de trabalho e melhores salários.

Segundo Andrei Taranu, analista político, tendo em conta que as taxas de abstenção são habitualmente elevadas, a subida significativa de casos de Covid-19 e as más condições meteorológicas podem afetar ainda mais os níveis de participação.

O primeiro-ministro Ludovic Orban, do Partido Liberal, lidera um executivo minoritário marcadamente pró-europeu e conta com o apoio do presidente, Klaus Iohannis.

Os adversários do Partido Social Democrata, que governaram a Roménia nos últimos 30 anos, foram afastados do poder em 2019, na sequência de uma contestação sem precedentes contra uma polémica reforma do sistema judicial.