Última hora
This content is not available in your region

Boris Johnson mantém que ‘no deal’ é o cenário mais provável

euronews_icons_loading
Boris Johnson mantém que ‘no deal’ é o cenário mais provável
Direitos de autor  Aaron Chown/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia e o Reino Unido vão prosseguir as negociações em busca de um acordo sobre as relações futuras no pós-Brexit, anunciaram a presidente da Comissão Europeia e o primeiro-ministro britânico, após uma conversa telefónica.

O primeiro-ministro britânico advertiu que um fracasso nas negociações sobre as futuras relações comerciais entre Reino Unido e União Europeia (UE) continua a ser o cenário “mais provável”, apesar da decisão das duas partes de prosseguir as negociações.

“Tenho de insistir que o desfecho mais provável nesta altura é, claro, que tenhamos de nos preparar para os termos da Organização Mundial do Comércio [OMC]. Tanto quanto vejo, há algumas questões muito importantes e muito difíceis que atualmente separam o Reino Unido da UE, e o melhor que todos temos a fazer é prepararmo-nos para relações comerciais nos termos da OMC”, disse Boris Johnson à estação televisiva britânica BBC.

No dia apontado como a data-limite para decidir se havia ou não condições para um acordo, Ursula von der Leyen e Boris Johnson decidiram afinal fazer (mais) um “esforço adicional” em busca de um compromisso, “mesmo nesta fase tardia”, sem se comprometerem com novas datas.

Ursula von der Leyen apontou que, “apesar da exaustão após quase um ano de negociações, e apesar de vários prazos-limite terem sido sucessivamente falhados, é responsável neste momento fazer um esforço adicional”.

“Deste modo, mandatámos os nossos negociadores para continuarem as conversações para ver se é possível chegar a um acordo, mesmo nesta fase tardia”, a menos de três semanas do final do ano e do período de transição", explicou a presidente da Comissão Europeia.