Última hora
This content is not available in your region

Doutores-palhaços esforçam-se para manter riso durante pandemia

euronews_icons_loading
Doutores-palhaços esforçam-se para manter riso durante pandemia
Direitos de autor  EURONEWS
Tamanho do texto Aa Aa

Provocar o riso nos pacientes hospitalizados em época da Covid-19 não é fácil, mas as equipas médicas e os familiares estão de acordo: o bom humor é necessário mais do que nunca.

E se os doutores-palhaços não podem entrar nos hospitais, não deixam de usar as novas tecnologias para fazer o seu trabalho.

“É ótimo poder fazer contacto através do computador, mas falta sempre alguma coisa, não é o ideal ver a criança através do pequeno ecrã. Sem estar naquele ambiente não se sabe bem o que está a acontecer e vai ser muito melhor quando pudermos, novamente, estar lá ao vivo”, explicou Didier Van der Perre, palhaço da organização Cliniclowns België, que tem feito o trabalho com ligação às crianças via plataformas de vídeo na Internet.

Existem mais de quarenta organizações de palhaços especializados em trabalhar no sistema de saúde por toda a Europa.

Conhecidos também como "médicos da alegria", estes profissionais "de nariz vermelho" adaptaram-se às regras do confinamento, seja com recurso à Internet ou com visitas só no espaço exterior dos hospitais, até usando os famosas elevadores hidráulicos usados para limpar as janelas.

Menos verbas angariadas

Já os eventos para angariar fundos foram duramente atingidos, segundo Silvia De Faveri, da organização internacional Nariz Vermelho: "A maioria das organizações de doutores-palhaços prevê ter uma menor receita no próximo ano".

"Portanto, tem sido um desafio, mas também temos recebido muito apoio do público que demonstra que as pessoa, realmente, entendem o impacto positivo que estes palhaços profissionais têm no bem-estar dos pacientes", acrescentou.

Além da formação como palhaços, estes especialistas do riso recebem também formação especifica com médicos e psicólogos. Idealmente, recebem todos certificação da Federação Europeia de Organizações de Palhaços do Sistema de Saúde.

O doutor-palhaço Didier espera voltar aos hospitais o mais rapidamente possível, mas está sempre a aprimorar o seus número online, porque o público continua tão entusiasta quanto antes.